Pular para o conteúdo principal

PARA REFLETIR

História da rã (Que não sabia que estava sendo cozida.)

Da alegoria da Caverna de Platão a Matrix, passando pelas fábulas de La Fontaine, a linguagem simbólica é um meio privilegiado para induzir à reflexão e transmitir algumas idéias.

Olivier Clerc, nesta sua breve história, através da metáfora, põe em evidência as funestas conseqüências da não consciência da mudança que infeta nossa saúde, nossas relações, a evolução social e o ambiente.

Um resumo de vida e sabedoria que cada um poderá plantar no próprio jardim, para desfrutar de seus frutos.


Imagine uma panela cheia de água fria, na qual nada, tranquilamente, uma pequena rã.

Um pequeno fogo é aceso embaixo da panela, e a água se esquenta muito lentamente.

Se a água se esquenta muito lentamente, a rã não se apercebe de nada!

Pouco a pouco, a água fica morna, e a rã, achando isso bastante agradável, continua a nadar. A temperatura da água continua subindo...

Agora, a água está quente mais do que a rã pode apreciar; ela se sente um pouco cansada, mas, não obstante isso, não se amedronta.

Agora, a água está realmente quente, e a rã começa a achar desagradável, mas está muito debilitada; então, suporta e não faz nada.

A temperatura continua a subir, até quando a rã acaba simplesmente cozida e morta.

Se a mesma rã tivesse sido lançada diretamente na água a 50 graus, com um golpe de pernas ela teria pulado imediatamente para fora da panela.


ISTO MOSTRA QUE, QUANDO UMA MUDANÇA ACONTECE DE UM MODO SUFICIENTEMENTE LENTO, ESCAPA À CONSCIÊNCIA E NÃO DESPERTA, NA MAIOR PARTE DOS CASOS, REAÇÃO ALGUMA, OPOSIÇÃO ALGUMA, OU, ALGUMA REVOLTA.

SE NÓS OLHARMOS PARA O QUE TEM ACONTECIDO EM NOSSA SOCIEDADE DESDE HÁ ALGUMAS DÉCADAS, PODEMOS VER QUE NÓS ESTAMOS SOFRENDO UMA LENTA MUDANÇA NO MODO DE VIVER, PARA A QUAL NÓS ESTAMOS NOS ACOSTUMANDO.

UMA QUANTIDADE DE COISAS QUE NOS TERIAM FEITO HORRORIZAR 20, 30 OU 40 ANOS ATRÁS, FORAM POUCO A POUCO BANALIZADAS E, HOJE, APENAS INCOMODAM OU DEIXAM COMPLETAMENTE INDIFERENTE A MAIOR PARTE DAS PESSOAS.

EM NOME DO PROGRESSO, DA CIÊNCIA E DO LUCRO, SÃO EFETUADOS ATAQUES CONTÍNUOS ÀS LIBERDADES INDIVIDUAIS, À DIGNIDADE, À INTEGRIDADE DA NATUREZA, À BELEZA E À ALEGRIA DE VIVER; EFETUADOS LENTAMENTE, MAS INEXORAVELMENTE, COM A CONSTANTE CUMPLICIDADE DAS VÍTIMAS, DESAVISADAS E, AGORA, INCAPAZES DE SE DEFENDEREM.

AS PREVISÕES PARA NOSSO FUTURO, EM VEZ DE DESPERTAR REAÇÕES E MEDIDAS PREVENTIVAS, NÃO FAZEM OUTRA COISA A NÃO SER A DE PREPARAR PSICOLOGICAMENTE AS PESSOAS A ACEITAREM ALGUMAS CONDIÇÕES DE VIDA DECADENTES, ALIÁS, DRAMÁTICAS.

O MARTELAR CONTÍNUO DE INFORMAÇÕES, PELA MÍDIA, SATURA OS CÉREBROS, QUE NÃO PODEM MAIS DISTINGUIR AS COISAS...

QUANDO EU FALEI PELA PRIMEIRA VEZ DESTAS COISAS, ERA PARA UM AMANHÃ. AGORA, É PARA HOJE!

CONSCIENTE, OU COZIDO, PRECISA ESCOLHER!

ENTÃO, SE VOCÊ NÃO ESTÁ, COMO A RÃ, JÁ MEIO COZIDO, DÊ UM SAUDÁVEL GOLPE DE PERNAS, ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS.

NÓS JÁ ESTAMOS MEIO COZIDOS? OU NÃO?


Olivier Clerc, nascido em 1961 na cidade de Genebra, na Suíça, é escritor, editor, tradutor e conselheiro editorial especializado nas áreas de saúde, desenvolvimento pessoal, espiritualidade e relações humanas. É também autor de Médecine, religion et peur (1999) e Tigre et lAraignée: les deux visages de la violence (2004).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TAIPU ENCERRA FESTA DA PADROEIRA

Após 10 dias de festejos foi encerrada neste domingo (06), a Festa de Nossa Senhora do Livramento 2015. No último dia houve a alvorada com a banda de musica às 5h, juntamente com uma queima de fogos; missa solene, às 9h, celebrada pelo Padre Rodrigo Paiva; Ofício da Imaculada Conceição, às 11h30; e às 12h, solene descida da imagem de Nossa Senhora do Livramento do seu nincho, sendo coroada logo em seguida, e saudada por um pipocaço de fogos. Às 16h, a imagem de Nossa Senhora do Livramento saiu de sua matriz em procissão pelas ruas de Taipu, tendo grande número de fiéis acompanhando. Ao chegar na matriz, houve a Missa de encerramento da festa, celebrada pelo Padre Edílson Soares Nobre. Após a Missa foram arriadas as bandeiras, com o show pirotécnico. A festa foi encerrada após a solene subida de Nossa Senhora ao seu nincho, e da entrega das flores. Ás 18h30, foi servido o jantar de Nossa Senhora do Livramento, no largo da matriz. Um grande momento de confraternização e reencontro das …

TAIPU REALIZA VESTIDURA DE COROINHAS

A Paróquia de Nossa Senhora do Livramento realizou no dia 22 de fevereiro, a investidura dos 10 novos coroinhas e a renovação de 8 antigos em Taipu. A celebração foi durante os festejos do aniversário natalício do Padre Helenildo Marques, na matriz de Nossa de Nossa Senhora do Livramento. Cerca de 30 coroinhas de Poço Branco e Natal participaram da investidura, juntamente com os paroquianos das comunidades que lotaram a igreja por ocasião da data importante para a paróquia. Veja as fotos:











Fotos: Pascom Santo Antônio de Pádua

TAIPU ABRE FESTA DA PADROEIRA 2015

Foi aberta nesta quinta-feira (26), a Festa de Nossa Senhora do Livramento. Os festejos da padroeira de Taipu acontece de 26 de novembro á 6 de Dezembro, tendo como tema: "Com Maria, a Mãe do Livramento, anunciaremos a alegria do Evangelho" e lema: "Ai de mim, se eu não evangelizar! (Cor 9, 16)". Este ano será a 176a realização da festa da Padroeira. 
Os festejos foram abertos com uma carreata saindo da comunidade de Serra Pelada com a imagem de Nossa Senhora do Livramento, padroeira da paróquia; e a imagem de São Sebastião, padroeiro de Serra Pelada. As imagens foram escoltadas pela Polícia Rodoviária Federal - PRF, Polícia Militar - PM, e Pré-Militar.  Logo na entrada de Taipu, os paroquianos e devotos de Nossa Senhora esperavam a carreata para fazer uma bonita caminhada até a igreja Matriz. 
Ao chegar na matriz, houve o hasteamento das bandeiras e estandarte, e a bênção dos motoristas e motoqueiros.  Em seguida foi celebrada a Santa Missa de Abertura da Festa de N…