sexta-feira, 28 de agosto de 2009

A VOZ DO SACERDOTE

Família: Comunidade chamada a anunciar a Boa Nova

Em sua homilia, na abertura do Sínodo dos Bispos de 1980, que tratava sobre a instituição familiar, o Papa João Paulo lI, dizia "a família cristã, de fato, é a primeira comunidade chamada a anunciar o Evangelho à pessoa humana em crescimento e a levá-la, mediante a catequese e a educação progressiva, à plenitude da maturidade humana e cristã".
Hoje, a família cristã sofre transformações influenciadas pela mídia e por outros valores que contradizem os ensinamentos de Jesus Cristo. Parafraseando o Padre Zezinho numa de suas canções, e!e canta, "... Sei que a televisão, o rádio e o jornal convencem mais cabeças do que o padre lá no altar... ". O divórcio, a prática do aborto, o contrato de união de pessoas do mesmo sexo, a violência dentro de casa, o desrespeito entre pais e filhos, a falta de diálogo são elementos cada vez mais comuns na realidade de nossas famílias. A família deixou de ser há muito tempo, essa comunidade que anuncia a Palavra de Deus e a qual é chamada a testemunhá-la e a transmiti-la àqueles que a formam.
Torna-se urgente e necessário resgatar a família da situação conflitante na qual ela se encontra, e para isso, é imprescindível que nós, que somos a Igreja, favoreçamos entre os membros de cada família cristã um encontro pessoal com Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, por meio de sua Palavra, salvaguardada pela Sagrada Escritura, pelos Sacramentos da Igreja e também pelo nosso testemunho de fé e vida, que deve ser coerente com aquilo que anunciamos e professamos.
Portanto, rezemos para que a instituição família seja sempre preservada dos problemas e conflitos que geram a sua degradação. E que seus membros, pais e filhos possam se tornar testemunhas vivas do Evangelho e do projeto de vida e salvação de nosso Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, que veio ao mundo para nos redimir e nos salvar e restaurar a dignidade de toda a humanidade que havia sido perdida.

Pe. João Maria A. Sobrinho.
Administrador Paroquial

ENTREVISTA

A Família - Primeiro chamado de Deus

Neste mês dedicado às vocações, queremos abordar um tema muito desafiador: “Família”. E, para fazer uma reflexão, sobre o assunto, a equipe do Informativo O Sagrado entrevistou o casal Manoel Roque e Francisca Miguel (mais conhecidos como Seu Neco e D. Nicinha), que em 52 anos de vida matrimonial, nos fala sobre as mudanças que a família vem sofrendo.

1 - Para vocês, hoje, o que é Família?

Ainda acreditamos que é a base da vida. Só que com o passar do tempo, já não há um investimento da família na educação e a religião tem perdido muito o valor para a família.

2 - Ainda se acredita nela?

Sim. Porque Deus manda e chama os seus filhos a ser família. A estrutura familiar está muito frágil, mas, nem por isso, devemos perder a esperança de ter um lar melhor.

3 - Quais as mudanças que se pode perceber na família de hoje para a família de antes?

Muitas. A sociedade de hoje transformou muito a família e, com isso, ela foi perdendo sua identidade de tal forma que, os pais já não são mais exemplos para os filhos.

4 - Família e Fé, como está sendo o lado religioso da família? Ainda existe?

Sim. Mas a religião hoje teve um momento de muita divisão, isso faz com que o lado religioso e familiar perca sua base e, muitas vezes, a família dividida no que diz respeito à religião.

TAIPU ENCERRA FESTA DA PADROEIRA

Após 10 dias de festejos foi encerrada neste domingo (06), a Festa de Nossa Senhora do Livramento 2015. No último dia houve a alvorada com...