quarta-feira, 18 de julho de 2012

ENSINAMENTOS


O FRASCO DE MAIONESE E  O CAFÉ

Quando as coisas na vida parecem demasiadas, quando 24 horas por dia não são suficientes...
Lembre-se do frasco de maionese e do café.

Um professor, durante a sua aula de filosofia, sem dizer uma palavra, pega um frasco de maionese vazio e enche com bolas de ping pong.
A seguir, perguntou aos alunos se o frasco estava cheio. Os estudantes responderam, sim.
Então, o professor pega uma porção de pedrinhas e mete-as no frasco de maionese. As pedrinhas encheram os espaços vazios entre as bolas de ping pong.
O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a dizer que sim.
Então...o professor pegou uma porção de areia e colocou dentro do frasco de maionese. Claro que a areia encheu todos os espaços vazios e, uma vez mais, o professor voltou a perguntar se o frasco estava cheio. Nesta ocasião os estudantes responderam em unanimidade,  "Sim !".
Em seguida, o professor acrescentou 2 xícaras de café ao frasco e claro que o café preencheu todos os espaços vazios entre os grãos de areia. Os estudantes, nesta ocasião começaram a rir,mas repararam que o professor estava sério e disse-lhes:

'QUERO QUE SE DÊEM CONTA QUE ESTE FRASCO REPRESENTA A VIDA'.
As bolas de ping pong são as coisas Importantes:
como a FAMÍLIA, a SAÚDE, os AMIGOS, tudo o que você AMA DE VERDADE.
São coisas, que mesmo se perdessemos todo o resto, nossas vidas continuariam cheias.
As pedrinhas são as outras coisas
que importam como: o trabalho, a casa, o carro, etc.
A areia é tudo o demais, as pequenas coisas.
 
'Se puséssemos  a areia no frasco primeiro, não haveria espaço para as pedrinhas nem para as bolas de ping pong. O mesmo acontece com a vida'.
 
Se gastássemos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teríamos lugar para as coisas realmente importantes.
 
Preste atenção às coisas que são cruciais para a sua Felicidade.
 
Brinque ensinando  os seus filhos,
Arranje tempo para ir ao medico,
Namore e vá com a sua/seu namorado(a)/marido/mulher jantar fora,
Dedique algumas horas para uma boa conversa e diversão com seus amigos
Pratique o seu esporte ou hobbie favorito.
 
 
 Haverá sempre tempo para trabalhar, limpar a casa, arrumar o carro... 
Ocupe-se sempre das bolas de ping pong, em  1º lugar, porque representam as coisas que realmente importam na sua vida.
 
 
Estabeleça suas prioridades, o resto é só areia...
 
 
Porém, um dos estudantes levantou a mão e perguntou o que representaria, então, o café.
O professor sorriu e disse:
 
"...o café é só para demonstrar, que não importa o quanto a nossa vida esteja ocupada, sempre haverá espaço para um cafezinho com um amigo. "

  
               Edutakayama.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

FESTA JUNINA DA CATEQUESE


Neste último dia 14 de julho, a Pastoral da Catequese de Poço Branco realizou sua Festa Junina em frente ao Centro Pastoral João Paulo II.
Com Pescaria, quermesse, sorteio de balaio junino e quadrilha improvisada os catequistas animaram as crianças neste momento de descontração.
O recurso arrecadado com a festa será usado para a aquisição de materiais para a catequese.


sexta-feira, 13 de julho de 2012

APRENDIZADO


FORMAÇÃO PARA A VIDA

Reinaldo era um jovem príncipe, herdeiro de um grande reino.
Toda manhã, ao despertar, recebia uma lista de tarefas que devia cumprir.
Tarefas que o deixavam muito zangado, porque iam desde limpar os seus sapatos e vestes reais,
 organizar brinquedos e jogos, até lavar e escovar seu cavalo e organizar o seu quarto.
Embora não gostasse, em respeito a seu pai, o rei, ele obedecia.
Mas não deixava de ficar olhando as terras e os campos infindáveis que pertenciam à sua família.
Também os rebanhos, palácios e os súditos.
No palácio, onde vivia, existiam muitos criados prontos para executar todas as tarefas. 
Por isso mesmo é que o príncipe não entendia porque ele mesmo tinha que limpar os seus sapatos.
Certo dia, ele foi convidado a visitar um pequeno reino para conhecer um príncipe de sua idade,
com o intuito de estreitar amizade.
O contato com o herdeiro daquele reino fez Reinaldo pensar ainda mais em como ele era injustiçado.
É que aquele príncipe tinha a seu serviço três servos.
Até o banho era preparado por um deles.
Nada de tarefas a cumprir.
Era só dar ordens.
Quando regressou para sua casa, Reinaldo foi logo falar com seu pai: 
- Não entendo, disse ele, porque o senhor faz isso comigo.
Sou seu único filho e herdeiro.
Por que devo cumprir tarefas?
Devo ser motivo de risos entre todo o povo.
Vi hoje, no reino vizinho, o que um verdadeiro herdeiro deve fazer: somente dar ordens.
O rei, paciente, perguntou ao filho:
- Como era o reino que você visitou?
Era grande como o nosso?
- É claro que não, pai.
É muito menor que o nosso, mais pobre, tem menos súditos e o castelo real é dez vezes menor que o nosso.
Veja bem, pai: se num reino pobre, o príncipe pode ter três criados para servi-lo, porque eu,
num reino tão rico, devo fazer trabalho de criado?
- Pois é, meu filho.
Saiba que há anos atrás, o reino vizinho era vinte vezes maior do que o nosso.
 Nós crescemos, fomos ampliando e o reinado vizinho foi perdendo território.
Seu avô sempre me dizia:
"se você não pode sequer limpar os próprios sapatos, como poderá cuidar de todo um reino?
Se você não é capaz de organizar seu próprio quarto, como irá governar todo um povo?"
As tarefas simples, Reinaldo, nos educam, nos preparam para executar as maiores.
Para comandar é preciso saber fazer. Até mesmo para exigir qualidade.
Se você nunca lavou as próprias vestes, como saberá se o outro as lavou bem?
Apenas aceitará o que lhe entregam, da forma que vier.
Os seus antepassados foram comprando as terras do reino vizinho, que as perdeu por não saber administrar.
Talvez falte ensinar aos príncipes herdeiros lições de humildade, da importância do trabalho simples, diário.
O que me diz, filho amado? 
O jovem pensou um pouco, e declarou:
- Digo que tenho uma lista de tarefas para executar agora,
e começarei limpando os sapatos que se sujaram de lama pelo caminho.

Não permita que seu filho se torne um incapaz, em razão do descaso em sua educação. Não o prepare para os tempos de facilidade e abastança, mas para os dias de necessidade e carência, de modo que a incapacidade não o mutile. Prepare-o na arte de auxiliar, de prestar colaboração, todos os dias. Logo mais, ele andará sem você pelos caminhos do mundo. Ensine-o a andar com seus próprios pés, seguro e confiante.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

MISSAS CELEBRADAS NO CENTRO PASTORAL POR OCASIÃO DE SERVIÇOS NA IGREJA

Com o serviço de reforma do teto da igreja do Sagrado Coração de Jesus, as missas serão celebradas no Centro Pastoral  João Paulo II que fica logo ao lado da igreja.
Neste domingo, 08/07, já foi celebrada a primeira missa do período de serviços na igreja.
A acomodação é um pouco mais apertada, mas, os fiéis entenderam que se faz necessário este serviço para que não se venha a acontecer um acidente grave por conta da precariedade do material que está no teto da igreja.






sábado, 7 de julho de 2012

REFORMA NA IGREJA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS



Desde a sua construção na nova Poço Branco, a igreja do Sagrado Coração de Jesus tem passado por várias reformas. A primeira reforma aconteceu na década de 70 quando foi feita a mudança do tamanho da mesma como também a nova frente com a construção de novas torres num estilo arquitetônico mais atual.
Na década de 90 foi realizado um novo serviço na igreja. Mais precisamente no teto, onde foi mudado todo o telhado que era de telhas chamadas coloniais e colocado as telhas de Brasilit e também o forro de pvc.
Estas últimas telhas, por serem mais frágeis, foram se deteriorando com o tempo, necessitado várias vezes de recolocação. O grande número de morcegos existentes na igreja provocou um acúmulo muito grande de fezes no forro o que várias vezes causou o desmoronamento de parte do mesmo.
No ano de 2007 foi realizado mais um serviço na igreja. Desta vez no forro onde foi preciso trocar boa parte de mesmo, pois, estava danificado e todo o serviço da instalação elétrica da igreja, onde passou de monofásica para trifásica (o que acontece somente na instalação, pois, já foi feito o pedido a Companhia de Energia Elétrica do estado e até o presente momento a mesma não veio fazer a mudança no medidor).
Agora em 2012, a igreja do Sagrado Coração de Jesus passa por mais um serviço e novamente acontece no teto da igreja, já que devido a grande quantidade de fezes dos morcegos e as telhas em estado precário as chuvas molham as fezes e o forro de pvc tem desmoronado em algumas partes da igreja deixando um grande mal cheiro. Desta vez o serviço também será para a mudança das telhas, que voltaram a serem do estilo colonial e para isso, além da telhas novas será necessário todo um serviço no madeiramento da igreja. O Pe. Francisco de Assis, convoca os fiéis para se fazerem presentes em mais este empreendimento que passará a nossa igreja ajudando para que possamos deixar nosso templo mais confortável e seguro.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

PALAVRA DO ARCEBISPO

São Pedro, São Paulo e o pálio

Prezados amigos e amigas em Cristo, no dia 29 de junho, dia de São Pedro e São Paulo, participamos da Solene Eucaristia celebrada pelo Santo Padre Bento XVI, na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Na ocasião, seguindo antiquíssima tradição, o Santo Padre entregou o “pálio” aos novos Arcebispos. Trata-se de uma insígnia eclesiástica, produzida com lã de ovelha, usada sobre os ombros pelos prelados nas ações litúrgicas. O pálio recorda o Cristo, Bom Pastor, que carrega a ovelha ferida ou desgarrada sobre os ombros, indicando com que zelo o Metropolita deve cuidar do rebanho que lhe foi confiado, presidindo também a província eclesiástica que tem a sua Arquidiocese como cabeça.
O Arcebispo Metropolitano tem direito a uma particular distinção, “o pálio”, que é uma pequena estola de lã branca, ornada por seis cruzes pretas com pendentes anterior e posterior, que findam com uma espécie de franja, também negra. O “pálio” é sinal do poder que, em comunhão com a Igreja de Roma, o Metropolita possui de direito na Província Eclesiástica. Nos primeiros séculos, o significado do “pálio” era em relação ao ofício pastoral, posteriormente, já nos tempos do Papa São Gregório Magno (590-604), vem acrescentado também o significado de uma certa participação ao poder do Romano Pontífice; isto é, participação à dignidade pontifícia suprema.
O “pálio” dos Arcebispos é produzido com lã de ovelha e, por antiga tradição, as ovelhas de cuja lã se produz o “pálio” são criadas pelos Monges Trapistas (Cistercienses da Estrita Observância) na Abadia de Tre Fontane, em Roma. Já o “pálio”, propriamente dito, é confeccionado pelas Monjas Beneditinas da Abadia de Santa Cecília, também em Roma, após os cordeiros serem abençoados pelo Sumo Pontífice, na festa de Santa Inês. Depois da confecção, o “pálio” fica guardado no Altar da Confissão (Basílica Papal de São Pedro), de onde o Santo Padre os retira no dia da entrega aos Metropolitas, no dia 29 de junho. No Brasil, atualmente, existem 44 Sedes Metropolitanas ou Arquidioceses, distribuídas pelos Regionais da CNBB. Neste dia 29 de junho, Solenidade de São Pedro e São Paulo, na Basílica Papal de São Pedro, no Vaticano, o Santo Padre, o Papa Bento XVI, entregou o Pálio aos Arcebispos Metropolitanos que foram nomeados depois dessa mesma Solenidade celebrada no ano passado. Entre os novos Arcebispos Metropolitanos, 07 são de Arquidioceses brasileiras: Florianópolis-SC, Niterói-RJ, Porto Velho-RO, Natal-RN, Campinas-SP, Teresina-PI e Uberaba-MG. Rezemos por estes Pastores do povo de Deus, que a Igreja de Cristo chamou a uma união ainda mais estreita com o ministério do Sucessor de Pedro, para que seja fecundo o seu ministério junto ao Povo de Deus que lhes foi confiado. Rezemos, também, pelo Santo Padre Bento XVI, a fim de que governe com sabedoria a Igreja de Cristo na terra.
Caríssimos irmãos e irmãs, na festa dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, rezamos e elevamos a Deus as nossas preces, suplicando por toda a Igreja Arquidiocesana de Natal, fiéis leigos, religiosos, religiosas e, de modo especial, pelos Diáconos, Sacerdotes e Bispos, a fim de que todos possam permanecer fiéis ao Evangelho e continuem sendo abençoados por Deus, conformados a Cristo pelo Espírito Santo, para que a alegria de nossa comunidade eclesial arquidiocesana seja completa em Cristo.
Dom Jaime Vieira Rocha 
Arcebispo Metropolitano de Natal

TAIPU ENCERRA FESTA DA PADROEIRA

Após 10 dias de festejos foi encerrada neste domingo (06), a Festa de Nossa Senhora do Livramento 2015. No último dia houve a alvorada com...