segunda-feira, 22 de novembro de 2010

ENTÃO, É NATAL!

É muito interessante este clima festivo do natal, quase todo o mundo começa a respirar um ar de final de ano porque esta chegando o natal. É neste tempo que as lojas se enfeitam, ficam mais brilhantes, entram em clima de festa já em meados de outubro com suas árvores, sinos, bolas, estrelas, presépios e a figura que não se pode deixar de lembrar (pelo menos no natal capitalista) o Papai Noel, um velhinho de barba branca e roupa vermelha que vem lá do pólo norte em seu trenó para trazer presentes aos que durante o ano foram bons meninos (as). É curioso notar como a imaginação e a mídia tem o poder de trazer para certos lugares do mundo realidades que nunca fizeram parte do cotidiano de seus moradores, como por exemplo: a neve, o boneco de neve, o urso polar, renas etc. que estão presentes em todos os enfeites de natal quer seja no Norte, Nordeste, lugares que jamais viram neve cair do céu um dia, devido ao fator climático. Neve no Nordeste? No sertão? Parece-me um tanto improvável. Se bem que com a mudança climática não duvido mais de coisa alguma. Mas isso é outra historia pra outra hora.
O que me chama a atenção é que toda essa preocupação com o social e o imaginário mundo da fantasia faz com que se perca o verdadeiro sentido e o verdadeiro ESPIRITO do NATAL que é o NASCIMENTO do menino JESUS, nascimento de um Deus que se tornou carne e habitou entre nós; que nos veio visitar para demonstrar o quanto nos ama. Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por ele amados dirá os anjos aos pastores.
Não podemos deixar que o nascimento de Jesus seja substituído pelo natal capitalista que ao longo dos anos o comercio vem oferecendo em suas propagandas permitindo que se deixe cair no esquecimento o verdadeiro espírito do natal o que é essencial e a razão pelo qual comemoramos o dia 25 de dezembro. Nesta noite, todos nós deveríamos mergulhar no mistério de um Deus que se fez Homem, de uma mulher que deixou seus planos e projetos para atender o convite do seu Criador, de um Operário que acolhe e educa uma criança como filho nos ensinando assim que ser pai é um sentimento muito mais alem do ato procriador.
Nesta noite sejamos companheiros de Maria e José que ao baterem de porta em porta não encontraram abrigo. Ela estava em dores de parto foram se abrigar num estábulo, sem luz, sem árvore, sem bolas, sem presentes (até aquele momento), sem ninguém, só uma estrela que anunciava o nascimento do Emanuel.
Em um estábulo nasce para o mundo o Deus menino que vai renovar todas as coisas, é por isso, meus irmãos e irmãs, que peço a Deus que neste natal o Senhor possa nascer em nossos corações e só assim teremos olhos pra enxergar as dificuldades dos nossos irmãos mais sofredores que não tem e nem nunca tiveram um natal. Senhor Jesus, nós vos pedimos, nasce nos abrigos, nos orfanatos, nas favelas, nas prisões, nos corações das mães angustiadas pelos filhos que estão nas drogas e prostituição, nasce, Jesus, no coração de tua Igreja para sermos cada vez mais teus discípulos e assim possamos ter os mesmos sentimentos que vem do Teu coração. Ajuda-nos a amar como o Senhor amou, sonhar como o Senhor sonhou, viver como o Senhor viveu para que ao chegar ao fim do dia nós possamos nos sentir mais felizes, fazendo sempre a vontade do Pai em comunhão com o Espírito Santo.
Então é natal... Jesus vai nascer. Seja bem vindo, Senhor, agora e para sempre. Amém.


Pe. Jonerikson Gomes
Vigário Paroquial da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição
Macaíba/Rn.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TAIPU ENCERRA FESTA DA PADROEIRA

Após 10 dias de festejos foi encerrada neste domingo (06), a Festa de Nossa Senhora do Livramento 2015. No último dia houve a alvorada com...