quinta-feira, 26 de setembro de 2013

CARTA DO PROFESSOR MANOEL NELY

POVO DE DEUS!



Quero agora trazer as palavras do nosso conterrâneo, paroquiano, benfeitor da Paróquia e devoto de Nossa Senhora do Livramento, que, imbuído pelo Espírito Santo escreveu-nos este artigo:



Natal, 20 de setembro de 2013.

“Não toqueis os meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas”.
(I Crônicas - 16.23)


Somos católicos? Somos cristãos? Somos Católicos cristãos? Pense, reflita com
muita seriedade e sinceridade, pois a Deus não se engana.


Sabemos que muitos se dizem católicos, porém não são cristãos. Ser cristão é ser seguidor de Cristo. E o que significa ser seguidor de Cristo? Existe uma doutrina que se fundamenta nos Evangelhos – ensinamentos de Jesus. Nossa fé é APOSTÓLICA – nossa Igreja é APOSTÓLICA também porque herdamos os ensinamentos de Cristo transmitidos pelos Apóstolos – e assim será até a consumação dos tempos. “Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo”. (Mt. 28,20).


Não nos surpreende a leviandade de alguns fatos – mentiras – calúnias - difamações e injustiças que o padre Helenildo vem sendo injustamente acusado. E o mais triste é que tudo tem partido de algumas pessoas que se dizem “católicas”...


No momento se fazem necessárias algumas reflexões sobre o sacerdócio e a pessoa do sacerdote. Cristo é Sacerdote, profeta e Rei. O Sacerdócio ministerial faz do homem um Ministro de Deus, isto é, através do Sacramento da Ordem quem o recebe exerce todas as funções e atos inerentes ao seu ministério, “In persona Christi”, isto é, na pessoa de Cristo.


Quando o padre celebra, consagra, abençoa, perdoa, administra os sacramentos, é CRISTO QUEM FAZ através DE SUAS MÃOS. Portanto, o padre é um UNGIDO DE DEUS, um ELEITO, um ESCOLHIDO a quem devemos RESPEITO e OBEDIÊNCIA pela NOBRE, SANTA E SUBLIME missão que exerce em nome de CRISTO.
A grande Santa Teresinha do Menino Jesus, a nossa Teresa de Lisieux, costumava dizer: “Se encontrar um anjo e um sacerdote, saúdo primeiro o Sacerdote”. Na verdade, a grande Santa e doutora da Igreja tem razão, pois, nem aos anjos foram dados os poderes que Cristo deu aos sacerdotes.


E agora meu caro amigo e irmão em Cristo, Pe. Helenildo lhe conheço há tanto tempo! Você foi meu aluno no Seminário de São Pedro; sei que você é um homem sério, de pouca conversa, de muita ação, de muita piedade, de muita oração e de muita unção sacerdotal. Não se entristeça, nem se abata com os vômitos diabólicos que línguas ferinas e sem escrúpulos tentam em vão lhe atingir. “Coragem, eu venci o mundo!”. (João 16.33). Para estes só temos a dizer: “Pai perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”. (Lc. 23.34).


Pe. Helenildo, que as palavras de Jesus no Sermão da montanha: “As Bem-aventuranças” sejam o seu conforto, fortaleza e coragem para enfrentar estes que não são seus inimigos, mas inimigos da Igreja, inimigos de Cristo. “Bem-aventurados, sois, quando vos injuriarem, vos perseguirem, vos caluniarem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque é grande a vossa recompensa nos céus pois (também) assim perseguiram os profetas que existiram antes de vós”. (Mt. 5 11,12).


Beijo com respeito suas mãos ungidas de Sacerdote e Ministro de Cristo.


Seu irmão no amor de Cristo e na devoção a Nossa Senhora do Livramento.

Prof. Manoel Neli Rocha Vieira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TAIPU ENCERRA FESTA DA PADROEIRA

Após 10 dias de festejos foi encerrada neste domingo (06), a Festa de Nossa Senhora do Livramento 2015. No último dia houve a alvorada com...